‘A vida começa onde o medo termina’

No contexto do grande tema autoconhecimento, volto hoje a refletir sobre aspectos que funcionam como travas, como limitações, como comprometimento para uma vida plena, e o medo é um desses maiores limitadores. Conforme registrei em posts anteriores sobre o assunto, alguns medos são até explicáveis, porque têm origem em alguma situação real (experiência concreta), além de funcionarem como fator de ponderação para que se evitem riscos demasiados. Entretanto, a maioria dos medos surge de mera imaginação, sem qualquer base lógica e razoável e, portanto, sem qualquer perspectiva de que tal situação possa ocorrer efetivamente.
Para ilustrar e trazer novas visões sobre Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!